Economia

Economia

Criado por Luiz G. Camargo em 24/11/2014

  • 1722

Londrina é a segunda maior economia do Paraná, atrás apenas de Curitiba. Responde também pelo 36º maior Índice Potencial de consumo de todo o país, à frente de várias capitais de Estado. Por décadas, no auge da produção cafeeira do Brasil, Londrina foi o grande centro produtor e atacadista do produto. O que tonou a cidade a Capital Mundial do Café. Com a mudança na matriz econômica da região, Londrina hoje um centro tecnológico de produtos como soja e um polo comercial e de serviços muito forte.
Atuam no município cerca de 1.500 médicos, 1.000 engenheiros civis, 550 arquitetos, 1100 dentistas e 800 administradores de empresas. Londrina é um centro médico respeitado e tem serviços de excelência e cardiologia, neurologia, gastroenterologia e nefrologia. As empresas de serviços somam mais de 16 mil unidades, nos mais variados segmentos.
O setor industrial vem experimentando um crescimento expressivo. O município abriga mais de 2.700 estabelecimentos industriais. Destacam-se industrias de metal-mecânica, agroalimentar, confecções, química e tecnológica.
Já o comercio com mais de 15 mil empresas atende uma região com população estimada em 2,5 milhoes de habitantes. A cidade reúne estabelecimentos comerciais de objetos pessoais e domésticos, com presença de grandes empresas brasileiras e multinacionais.

Fonte: IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 

 

Fotos